A “moda” das Tapas!

Janeiro 11, 2016

Foi no final de 2015 que me apercebi que as tapas estão na moda, agora mais do que nunca.

Por esse motivo parti à descoberta de estabelecimentos dedicados a este tipo de culinária e fui a algumas delas: Tapas e Destapas, Tapa Latina, Taberna de Portimão, Casa da Tocha e por fim ao Tasc’calado.

Para quem não sabe como surgiu a ideia das tapas, vou deixar aqui um breve esclarecimento.

Pelo que me informei, existem vários rumores, mas nenhum confirmado. Existe quem diga que as tapas surgiram numa época de escassez após a Guerra Civil Espanhola, porém seguindo a sabedoria popular, contam que as tapas surgiram na Idade Média por imposição de um rei a fim de minimizar as possíveis bebedeiras, existindo também afirmações de que estes pratos surgiram em época de Reis Católicos para evitar os acidentes com carroceiros. É isso mesmo! Já naquelas épocas existia sinistralidade rodoviária; as viaturas é que eram outras!

Mas estávamos a falar das tapas! Em suma, a única informação que conseguimos confirmar é que este tipo de refeição é originária da nossa vizinha Espanha.

Portugal ter-se-á rendido às tapas somente de há poucos anos para cá, tendo sido em Lisboa e no Porto os locais onde começaram a surgir mais estabelecimentos a servir este género de culinária, por assim dizer.

Já vos tendo esclarecido vamos ao que interessa: Os lugares de Tapas onde fui, para já, somente em Portimão!

Tapa Latina: Situada próximo à Casa Inglesa, é uma casa de estilo rústico, sendo as paredes e o chão em pedra e com uma particularidade muito interessante, das cadeiras não serem todas iguais, mas ainda assim, mantendo a madeira escura para combinar com a restante decoração.

Dei início à degustação ao som da música “I put a Spell on you”, e outras músicas soul, aconchegando o ambiente, combinando com o vinho na perfeição.

Neste estabelecimento tive a oportunidade de provar Carne de Alguidar, Lulinhas Fritas, Camarão à Guilho, Camemberg com Mel e Nozes, Espetadas de Frango e Salada de Polvo.tapalatina1tapalatina2tapalatina3tapalatina4tapalatina5tapalatina6tapalatina7tapalatina8tapalatina9

 

 

Tapas e Destapas: Na Praia da Rocha, trata-se de um pequeno estabelecimento, onde se destaca a sua simplicidade. Mas não se iludam, pois foi nos sabores que esta casa se destacou! Por exemplo, com as Migas, Choco Frito ou os Cogumelos com Bacon estavam muitíssimo bem confecionados, assim como também com a sua Mista de Enchidos e Queijos ou através dos patés de sabor bastante distinto.

tapasedestapas1tapasedestapas2tapasedestapas3tapasedestapas4tapasedestapas5tapasedestapas6tapasedestapas8

 

 

Taberna de Portimão: No centro da cidade, predomina a decoração rústica para não “fugir ao conceito” de taberna. Aqui encontrei alambiques, rádios antigos, e até mesmo rodas de carroças ou chouriças a integrar a decoração.

Depois, à luz de um candeeiro, dei início a mais uma descoberta de sabores, a começar pela tradicional cenoura com azeitonas, e em seguida, foie de galinha, salada de polvo, lulinhas e picos de carne. Ummmm….

taberna9taberna10taberna1taberna2taberna3taberna4taberna5taberna6taberna7taberna8

 

 

Casa da Tocha: Próximo ao Hotel Globo, este espaço destaca-se pela modernidade. Não tem a decoração típica de uma Taberna, compensando essa ausência com uma garrafeira por detrás do balcão, que nos deixa fascinados.

Aqui, foi-me indicado um vinho que achei bastante guloso: O Autocarro Nº27.

Tenho que admitir, que foi a primeira vez que adorei apanhar o autocarro!

Já à boleia daquele meio de transporte, fui em frente e pude assim apreciar os Cogumelos Tomilhados, a Bomba de Berlim e o Magrêt de Pato com Doce de Frutos Vermelhos.

E assim, fiquei rendida à modernidade,…, e ao autocarro!

tocha1tocha2tocha3tocha4tocha5tocha6tocha7tocha8

 

 

Tasc’alado: Situado no “coração da cidade”, destaca-se pelo seu ambiente acolhedor. Aqui, as mesas são complementadas com bancos e não com as triviais cadeiras.

Os pratos são tão generosos e robustos como as mesas, onde cabem famílias completas. Tratam-se de pratos de “sustança” ou seja que sustentam bem o nosso corpo.

Aqui deliciei-me com ovos com chouriça, asinhas com maionese, entrecosto e as famosas moelas.

tascalado1tascalado2tascalado3tascalado4tascalado5tascalado6tascalado7tascalado8tascalado9

 

 

Mas se pensam que o meu itinerário terminou aqui estão enganados, porque ainda fui ao Almareado Tasca!

Almareado: Não é uma taberna tão completa em iguarias como as anteriores, pois o seu foco é outro!

Trata-se de um espaço situado nas ruelas próximo da ponte velha. Aqui é o sítio ideal para ir depois do jantar e desfrutar um bom vinho ou digestivo e ouvir música ao vivo de qualidade.

É isso mesmo! Aqui as tapas são a tradicional chouriça assada, assim como presunto, chourição ou queijo para que os clientes petisquem e não fiquem demasiado almareados!

fotoalmareado1fotoalmareado2fotoalmareado3fotoalmareado4fotoalmareado5fotoalmareado6fotoalmareado7

 

 

 

Você também pode gostar de

8 Comments

  • Reply Andy Segunda, 11 de Janeiro de 2016 at 13:27

    Muito bom! Ansiosa por experimentar, pois alguns sítios nem conhecia e pelos vistos tenho estado a perder bastante! Obrigada pelas dicas! 😉

    • Reply Silvia Costa Segunda, 11 de Janeiro de 2016 at 23:30

      Ainda bem que ficaste com vontade de ir a alguns destes sítios. Vais ver que vale a pena. 😉

  • Reply Marilia Duarte Segunda, 11 de Janeiro de 2016 at 18:02

    Huuuuum! mnhem, mnhem! Que coisas gostosas, tão bem apresentadas!

  • Reply Luis Raso Terça, 12 de Janeiro de 2016 at 00:52

    Muito gostoso, tenho de apanhar o autocarro 27. Em Espanha mais na zona basca o sitio normal onde existe tapas são iguais as nossas antigas tabernas (que estão a voltar de novo). O convívio é enorme após um dia de trabalho e sobre aquele balcão corrido muitas iguarias com destaque no azeite e anchovas

    • Reply Silvia Costa Quarta, 13 de Janeiro de 2016 at 10:56

      É sem dúvida pelo convívio e pelo espaço aconchegante que devemos de vez em quando fazer um programa de tapas! E então depois do trabalho, como referiste, é a ocasião ideal. Obrigada pelo comentário. 😉

  • Reply Marta Moura Sexta, 15 de Janeiro de 2016 at 10:57

    Gosto taantooo!

  • Reply Fernanda Camacho Sábado, 27 de Fevereiro de 2016 at 12:28

    Estranho não estar aqui o Táscá! Costumo passar por lá e é muito agradável. Óptimos petiscos!!

    • Reply Silvia Costa Sábado, 27 de Fevereiro de 2016 at 16:32

      Olá Fernanda! Não dava para colocar muitos locais e a verdade é que já existem bastantes! No entanto já me contactaram a pedir para escrever sobre outros estabelecimentos e por isso irei colocar um novo post sobre tapas. Obrigada pela sugestão. Vou lá passar com certeza. Tem alguns pratos para me sugerir? Beijinhos

    Comentar